O programa Soft-Mozart foi desenvolvido pela musicóloga e pedagôga, a russa Hellene Hiner e adotado nos EUA, em 2002 após 10 anos de ajustes para aperfeiçoamento.

Partituras com mais referências visuais: correspondência com cores, imagens e elementos animados:

• Correspondência das imagens aos nomes das notas (ainda em inglês);
• Correspondência imediata entre a nota na partitura e a tecla do piano;
• Com o progresso na leitura há uma redução progressiva de elementos visuais até chegar à partitura convencional;
• Promoção da musicalidade, orientando sempre o ouvido do aluno para a música em construção.

Door = Dó | Rain = Ré | Mirror = Mi | Farm = Fá | Salt =Sol | Ladder = Lá | Tea = Si

Em total contraste com o ensino convencional, o programa permite uma aprendizagem acessível a todos os participantes:

• Currículo passo a passo, sem frustrações adapta-se ao aluno;
• Conhecimento teórico construído e comprendido pela prática da música;
• Piano como ferramenta de aprendizagem, com bases que permitem chegar a qualquer nível;
• Fazer a transição para outro instrumento torna-se mais simples com o conhecimento da partitura;
• Funciona com todos os alunos a partir dos 2 anos, sejam quais forem as suas aptidões.

Como é feita a aprendizagem com o currículo Soft Mozar?

• Desenvolvimento da leitura à primeira vista de diferentes músicas ao piano;
• Exercícios de coordenação olho-mão (ritmo, notas musicais, teclado, partitura);
• Leitura e entoação de notas e de canções reforçada com gestos;
• Atividades de reconhecimento da ordem das notas na partitura e no piano;
• Exercícios de relação entre cada dedo e cada tecla;
• Coordenação das duas mãos, e entre a voz e as mãos.

Para mais informações sobre as mensalidades de aula, contacte-nos.

Free WordPress Themes